FUNDAÇÃO JARDIM ZOOLÓGICO DE BRASÍLIA

Avenida das Nações, Via L4 Sul , s/n
Setores Complementares - Brasília/DF
70610-100

Somos uma instituição socioambiental. Inaugurada no dia 06 de dezembro de 1957, antes mesmo da capital federal, a Fundação Jardim Zoológico de Brasília (FJZB) desenvolve ações com foco na educação ambiental, conservação e preservação da fauna brasileira. Tem o privilégio de ser a primeira instituição ambientalista criada no Distrito Federal. É um órgão da administração indireta vinculada à Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Recursos Hídricos do DF (SEMARH).
Uma das ações de grande reconhecimento é o trabalho de conservação e pesquisa, o que contribui para preservação de animais ameaçados de extinção. Quanto ao desenvolvimento científico, o Zoo Brasília trabalha em parceria com entidades renomadas como a Universidade de Brasília (UnB), Empresa Brasileira de Pesquisas Agropecuária (Embrapa), Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater) e Instituto Federal de Educação Teológica (IFTB), entre outras.
O Zoológico de Brasília também é palco de grandes atrações, o que o torna mais atrativo durante os finais de semana e feriados, sendo visitado por milhares de brasilienses, turistas brasileiros e estrangeiros de todas as idades. Nossa missão é manter a FJZB como um centro de excelência voltado para a conservação, pesquisa, educação e lazer.

Missão

Encantar as pessoas por meio da ciência e da integração com a natureza através da pesquisa, conservação, educação e lazer.

Visão

Conscientizar a sociedade para conhecer a importância da fauna e sua interação com o meio ambiente.

Valores

Contribuir, pela excelência de seus programas e projetos de conservação, pesquisa, educação e lazer, para o credenciamento de Brasília como um dos maiores e mais promissores centros de desenvolvimento do País;
Criar condições objetivas para a sustentabilidade das áreas sob sua gestão, mediante a implementação de política de gestão ambiental moderna, compartilhada e participativa, ancorada no respeito aos princípios éticos e morais que regem a convivência harmoniosa entre o ser humano e a natureza;
Assegurar o bem-estar dos animais mantidos em cativeiro, bem como da fauna visitante, proporcionando-lhes conforto e cuidado adequado;
Incentivar a visitação pública com a oferta de atrações e espaços de qualidade a preços acessíveis a todos os segmentos sociais;
Pesquisar, desenvolver e difundir novas tecnologias e metodologias de manejo, nutrição e reprodução de animais silvestres em cativeiro e de proteção de seus habitats;
Pesquisar, desenvolver e difundir novas metodologias voltadas à educação ambiental em seus diversos aspectos

Produtos e serviços

Visitação Livre dentro do Parque Zoológico.
Eventos em datas comemorativas como Dia das Crianças, Dia Nacional dos Animais, Aniversário de Brasília, Dia do Trabalhador, Dia da árvore, Aniversário do Zoológico de Brasília entre outros.
Sala verde, é um espaço dedicado ao desenvolvimento de atividades de caráter educacional voltadas à temática socioambiental e cultural, que visam contribuir e estimular a discussão crítica, a organização e o pacto social, o fortalecimento de identidades grupais, levando à formação de cidadãos mais informados, participativos e dedicados ao processo de construção de sociedades sustentáveis.
Borboletário no qual os visitantes podem observar as diferentes espécies de borboletas que vivem na mesma dentro do Zoológico. Hoje o Zoológico de Brasília conta com mais de 5.000 borboletas com cerca de 30 espécies.
Centro Multifuncional de Acessibilidade (CEMFA): Inaugurado no dia 06 de dezembro de 2015, no aniversário de 58 anos da Fundação Jardim Zoológico de Brasília, o Centro Multifuncional de Acessibilidade (CEMFA) é o primeiro no Distrito Federal voltado para pessoas com deficiências múltiplas. Um espaço interativo com informações em ambiente e linguagem adaptados às diferentes condições atípicas de seus visitantes, tais como: deficiências auditivas, visuais, físicas ou múltiplas, tendo como finalidade aprimorar as formas de difusão e a popularização do conhecimento científico sobre as atividades de Educação Ambiental e Conservação da Biodiversidade para o público em geral. O Centro possui piso tátil, banheiro adaptado para deficientes, materiais com informações sobre animais em braile e em português, espécies taxidermizadas (empalhadas), mapa tátil, sala de informática com computadores touchscreen (tela sensível ao toque) e teclados adaptados, biblioteca em braile e em português, além de ambientes para oficinas.
Museu de Ciências Naturais, possui um acervo de aproximadamente 430 peças, entre elas: animais taxidermizados, científica, partes de animais, crânios, estruturas esqueléticas, peças conservadas em meio líquido, material curtido, entre outros. É responsável por cerca de 25% da visitação do Zoológico, e seu foco é apresentar didaticamente a importância da preservação e conservação de espécies da fauna nativa do Cerrado e exótica.
Museu Itinerante, é uma atividade externa desenvolvida pela Diretoria de Museologia, que tem por objetivo apresentar o acervo taxidermizado (empalhado) de animais em instituições de ensino público e privada e organizações sociais. Nossa missão é repassar informações referentes a fauna e sua preservação.
Caixa Sensorial, atividade lúdica desenvolvida com o público com o objetivo de estimular os sentidos através de caixas de madeira, cujas tampas possuem pequenas aberturas para introdução das mãos, a fim de que se descubra por meio do toque e da manipulação quais são os exemplares taxidermizados, sementes, plantas e quaisquer itens relacionados ao meio ambiente contidos nas caixas.
Trilha Sensorial, consiste em uma atividade lúdico-didática na qual a privação da visão e da mobilidade desperta outros sentidos, para percepção e descoberta do mundo que nos cerca. Através de uma trilha orientada, os participantes têm a experiência de vivência corporal utilizando a Metodologia Investigativa, ou seja, a partir do conhecimento prévio de cada um são feitos questionamentos que induzem o indivíduo à descoberta e ao reconhecimento.
Programa de Monitoria, o Museu de Ciências Naturais disponibiliza atendimento de monitoria ao público comum e escolar, de terça a domingo, das 9h às 17h, transmitindo informações e conhecimentos, de acordo com o perfil de cada visitante. Os monitores são devidamente capacitados para oferecer atendimento de excelência à população.
Colônia de ‘Feras’, serviço disponibilizado no período do recesso escolar, onde crianças de 06 a 12 anos participam, durante uma semana, de atividades lúdico-didáticas, interagindo e aprendendo em um ambiente de imersão no meio natural proporcionando a construção de uma nova consciência ambiental a partir do conhecimento e do sentimento de pertencimento ao meio. Uma forma de aprender brincando.
Visita Monitorada, serviço disponibilizado às escolas da rede pública e privada de ensino (fundamental, médio e superior) e a grupos organizados pela comunidade. Trata-se de uma visita técnico-pedagógica com roteiro pré definido, com abordagem diferenciada de acordo com a faixa etária, escolaridade e objetivos ou a opção do solicitante elaborar seu próprio roteiro com até 15 animais. O intuito é trazer a este público, por meio do atendimento dos monitores do Zoo, informações sobre as espécies faunísticas, em especial as do Bioma Cerrado, contribuindo na sensibilização da comunidade para a preservação do meio ambiente rumo ao desenvolvimento sustentável.
Zoo Camping, trata-se de um pernoite no parque da Fundação Jardim Zoológico de Brasília (FJZB) com atividades teóricas e práticas em educação ambiental, trilha ecológica e de imersão. O projeto visa contribuir no processo educativo em caráter não formal por meio da sensibilização e conscientização de modo a estimular hábitos e práticas voltadas à preservação do meio ambiente rumo ao desenvolvimento sustentável.
Zoo Com Vivências, a proposta da Fundação Jardim Zoológico de Brasília (FJZB) é proporcionar às pessoas idosas uma vivência mais próxima da natureza, aliada à prática de atividades físicas e recreativas, a fim de aumentar seu desempenho físico, suas habilidades motoras, capacidade de concentração, de reação e de coordenação, facilitando a realização das atividades diárias e a manutenção de um estilo de vida mais saudável. Atende à comunidade e instituições.
Zoo em Ação, voltado para estudantes da rede pública e privada de ensino e entidades. Este projeto visa levar às escolas um diálogo entre a Fundação Jardim Zoológico de Brasília (FJZB) e os alunos. Desse modo, o Jardim Zoológico participa do processo educativo em caráter não formal para que a educação ambiental seja um componente essencial de transformação, no ponto em que as pessoas possam compreender um pouco melhor as relações do homem com o seu ambiente, nos limites daquilo que uma concepção moderna de zoológico pode contribuir, sem que o aluno precise sair da escola. São atividades itinerantes adaptadas à faixa etária, escolaridade e objetivo do solicitante, atendendo em escolas, empresas, parques, shoppings e eventos, apresentando teatro de fantoches, palestras (recursos hídricos, reciclagem, combate ao Aedes Aegypti, combate a incêndios florestais, posse responsável de animais domésticos e etc.) e exposições (material biológico em meio líquido, dentre outros).
Zoo Especial, este são visitas orientadas para grupos de pessoas com algum tipo de deficiência, através do contato físico com animais vivos e taxidermizados e objetos relacionados ao meio ambiente. O objetivo é fazer eles perceberem a forma, textura e calor do corpo, movimentos respiratórios, diferenças dos pelos e penas, além de odores e sons, e propiciar um ambiente adequado ao atendimento dessas pessoas, por meio de atividades que favoreçam o estímulo sensorial e tátil, além de promover sua inclusão, socialização e valorização para contribuir no desenvolvimento das áreas cognitivas e emocionais. A fim de proporcionar uma interação sadia e com foco no bem-estar do animal nesta relação com os usuários, os grupos deste projeto são reduzidos e os animais recebem de técnicos capacitados um condicionamento especial diariamente. O serviço é disponibilizado durante todo o ano letivo às escolas, grupos da comunidade e organizações de pessoas com deficiência, desenvolvendo atividades lúdico-didáticas inclusivas na área do parque e no Centro Multifuncional de Acessibilidade (CEMFA).
Zoo Noturno, caminhada noturna na qual os visitantes, junto com a equipe técnica do Zoo, observam os animais de hábitos noturnos e crepuscular e os animais taxidermizados (empalhados). De caráter educacional e conservacionista, a proposta fundamental é conduzir o visitante ao conhecimento dos diferentes hábitos comportamentais que esses animais apresentam em cada período do dia.
Zoo Ressocialização, consiste em uma parceria entre a Secretaria de Estado da Criança do Governo do Distrito Federal e a Fundação Jardim Zoológico de Brasília (FJZB). Consiste em uma medida socioeducativa de Prestação de Serviços à Comunidade (PSC) em meio aberto, na qual os jovens, com idade entre 16 e 20 anos, em processo de ressocialização são capacitados a executar durante dois (2) meses, com jornada máxima de até oito (8) horas semanais, tarefas de rotina da FJZB, a fim de que seja despertado neles o interesse pelo trabalho e que seja favorecida sua formação profissional, buscando prevenir a reincidência de atos infracionais, desenvolver uma consciência cidadã e ampliar a noção de convivência e valores junto à comunidade onde está inserido.