Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Salto -APAE


Salto/SP

A APAE de Salto foi fundada em 08 de Maio de 1970, após iniciativa de um grupo de pais de deficientes intelectuais, em reunião no Centro Comunitário da cidade, com o auxilio do Monsenhor Mário Negro, Padre da Igreja Matriz Nossa Senhora do Monte Serrat.Os deficientes intelectuais passaram a receber atendimento terapêutico e assistência escolar, inicialmente, na Rua Prudente de Moraes, 537, no Centro da Cidade, em uma sala cedida pela Prefeitura Municipal.
Em 1974, a Prefeitura Municipal de Salto, cedeu à entidade um terreno, para que a mesma pudesse construir uma sede própria e filiar-se à Federação Nacional das APAEs, a fim de funcionar nos mesmos parâmetros da referida federação.Em 1976 iniciou-se a construção da Sede Escola da Instituição, que já atendia 35 pessoas com deficiência intelectual, sendo inaugurada em 11 de Outubro de 1980.
APAE é uma instituição especializada no atendimento às pessoas com deficiência intelectual e suas famílias, atuando com serviços, programas e projetos nas áreas de Educação e Assistência Social.
Atualmente atendemos 176 usuários, de diversas faixas etárias, com deficiência intelectual e múltipla. A APAE tem como finalidade promover a melhoria da qualidade de vida das pessoas com deficiência e sua inclusão social.
Durante todos esses anos procuramos desenvolver um trabalho em prol da pessoa com deficiência intelectual e múltipla, visando sua autonomia, desenvolvimento e sua integração à vida comunitária. Seus serviços e programas partem da prevenção das deficiências, caminhando para a estimulação precoce, atividades socioeducativas, terapêuticas e culturais, sem nunca se esquecer da defesa de direitos da pessoa com deficiência intelectual e múltipla .

Missão

Promover e articular ações de defesa de direitos e prevenção, orientações, prestação de serviços, apoio a família, direcionadas à melhoria da qualidade de vida da pessoa com deficiência intelectual e múltipla e á construção de uma sociedade justa e solidária.

Visão

Manter-se como referência na prevenção , nos processos de reabilitação, habilitação e inclusão social da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla.

Valores

- Ética nas elações e no exercício das atividades;
-Busca constante da excelência nos serviços, programas e projetos;
-Responsabilidade Social;
-Comprometimento com a causa;
-Transparência;
-Trabalho em Equipe.

Produtos e serviços

A Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Salto apresenta seus programas e serviços executados:

SERVIÇO DE PROTEÇÃO SOCIAL ESPECIAL - MÉDIA COMPLEXIDADE. -SERVIÇO DE PROTEÇÃO SOCIAL ESPECIAL PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIA, IDOSAS E SUAS FAMÍLIAS.
O Serviço de Proteção Social Especial para Pessoas com deficiência e sua família desenvolvido pela APAE de Salto, foi planejado conforme Tipificação Nacional de Serviços Socioassistenciais resolução nº109/2009, que prevê a oferta de atendimento especializado a famílias com Pessoas com deficiência com algum grau de dependência, que tiveram suas limitações agravadas por violações de direitos, tais como: exploração da imagem, isolamento, confinamento, atitudes discriminatórias e preconceituosas no seio da família, falta de cuidados adequados por parte do cuidador, alto grau de estresse do cuidador, desvalorização da potencialidade/capacidade da Pessoa, dentre outras que agravam a dependência e comprometem o desenvolvimento da autonomia.
O serviço tem como finalidade de promover a autonomia, a inclusão social e a melhoria da qualidade de vida dos participantes, agindo no reconhecimento do potencial da família e do cuidador, na aceitação e valorização da diversidade e na redução da sobrecarga do cuidador, decorrente da prestação de cuidados diários prolongados.
O trabalho essencial do serviço de Proteção Social de Média Complexidade para Pessoas com Deficiência e suas Famílias são ações de: acolhida, escuta, estudo social, diagnóstico socioeconômico, monitoramento e avaliação do serviço, orientação e encaminhamento para a rede socioassistencial do município e articulação com a mesma, orientação sociofamiliar, atendimento psicossocial, informação, comunicação e defesa de direitos, articulação interinstitucional com os demais órgãos de defesa e garantia de direitos, trabalho interdisciplinar, elaboração de relatórios e prontuários, estímulo ao convívio familiar, grupal e social, mobilização para o exercício da cidadania, apoio à família na sua função protetiva, cuidados pessoais e atividades de convívio e de organização da vida cotidiana, sendo que os serviços prestados atenderão o principio de universalização de direitos, com oferta de serviços com qualidade, sem discriminação de qualquer natureza.

SERVIÇO DE CONVIVÊNCIA E FORTALECIMENTO DE VÍNCULOS - CENTRO DE CONVIVÊNCIA
DESCRIÇÃO ESPECIFICA DO SERVIÇO PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIA DE 30 A 59 ANOS.
Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos na faixa etária de 30 a 59 anos conforme resolução CNAS 13/2014, desenvolvido pela APAE de SALTO é realizado em grupos, organizado a partir de percursos, de modo a garantir aquisições progressivas aos usuários, de acordo com seu ciclo de vida, a fim de complementar o trabalho social com famílias e prevenir a ocorrência de situações de risco social.Organiza-se de modo a ampliar trocas culturais e de vivências , desenvolver o sentimento de pertence e de identidade, fortalecer vínculos familiares e incentivar a socialização e a convivência comunitária .
As oficinas do centro de convivência funcionam diariamente ,divididas em quatro grupos de acordo com seu ciclo de vida de cada usuário , sendo dois grupos no período da manha e dois grupos no período da tarde, com idade a partir dos 30 anos até 67 anos , o publico alvo desde serviços são pessoas com deficiência intelectual e múltipla que apresentam dificuldades para realizar as atividades cotidianas, isolamento social, defasagem escolar entre outras situações de risco social, a atenção a esse público é direcionado para desenvolvimento máximo de suas potencialidades no que se refere à autonomia, aquisição e habilidades de vida pratica, que venham garantir-lhes a inclusão sócio-familiar e integração a vida comunitária.

PROGRAMA DE INTEGRAÇÃO AO MERCADO DE TRABALHO.
O programa visa propiciar o permanente desenvolvimento de aptidões e habilidades da pessoa com deficiência intelectual e múltipla para a vida produtiva e inclusão social.
O Programa atenderá usuários com deficiência intelectual e múltipla mediando à aprendizagem e o desenvolvimento de habilidades básicas, promovendo sua integração ao mercado de trabalho através de ações desenvolvidas de forma coordenada, planejadas e com demais serviços oferecidos pela associação e executadas com auxilio de uma equipe multidisciplinar , habilitada para prestação de serviços especializados.

ESCOLA DE EDUCAÇÂO ESPECIAL “MENINO JESUS”. (TRABALHO DESENVOLVIDO NA AREA DA EDUCAÇÃO ESPECIAL).
A APAE de Salto busca desenvolver uma educação inclusiva, ampliando a visão de escola, sociedade e mundo para as pessoas com deficiência intelectual e múltipla, garantindo-lhes um atendimento de qualidade no serviço educacional especializados, para assim terem a possibilidade de usufruírem do exercício da cidadania e plena inclusão social.
A Educação Especial é um conjunto de recursos e serviços educacionais especializados, organizados para apoiar, suplementar e, em alguns casos, substituir os serviços educacionais comuns, de modo a garantir a educação de crianças, jovens e adultos que apresentam necessidades diferentes da maioria.
A Escola de Educação Especial “Menino Jesus”, por meio de sua mantenedora APAE (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Salto), é uma instituição filantrópica e busca viabilizar o Direito Social subjetivo à Educação aplicada exclusivamente aos deficientes intelectuais, prevista no artigo 208 da Constituição Federal, no artigo 239 da Constituição Estadual e no artigo 58 da Lei de Diretrizes e Bases – LDB.
CICLOS DE APRENDIZAGEM: oferece através da Escola de Educação Especial, ensino fundamental 1º e 5º ano em convênio com estado e estimulação precoce com recursos próprios, caracterizados pela progressão continuada, tendo como objetivo assegurar aos usuários condições para a construção de seu conhecimento, respeitando seu ritmo e características e garantindo a seqüência e continuidade do processo educacional.


ÁREAS TRABALHADAS DENTRO DA OFERTA DOs SERVIÇOS, PROGRAMAS E PROJETOS :
Atendemos as seguintes áreas terapêuticas: Fonoaudiologia, Terapia Ocupacional, Fisioterapia, Odontologia, Psicologia e Serviço Social, por meio de atendimentos individuais e grupais . Visando melhoria das condições de vida da pessoa com deficiência, integração social e ampliação de suas potencialidades laborais e independência das atividades de vida diária.

Fonoaudiologia.
Visar promover a melhora na comunicação do usuário, a fim de torná-lo cada vez mais independente; trabalha com sua criatividade, memória e atenção para favorecer a linguagem, além dos objetivos específicos da área como: desenvolvimento da fala, gestos, leitura e funções mentais.

Fisioterapia.
Visa promover a melhora da força muscular, amplitude de movimento, postura, equilíbrio e coordenação com o intuito de minimizar as dificuldades, ampliar as potencialidades, com estratégias de intervenção que proporcionem independência e qualidade de vida.

Terapia Ocupacional
Visa proporcionar aos usuários um ambiente facilitador para seu desenvolvimento em diferentes aspectos, o físico, motor, psicoemocional, cognitivo e social, com ênfase no autoconhecimento e amadurecimento do usuários .

Psicologia.
Visa promover intervenções diretamente com a pessoa com deficiência por meio de programas e serviços, orientando as famílias e seus cuidadores , assim como os demais profissionais envolvidos no sentido de estabelecer uma relação saudável no núcleo familiar e social, onde exista a aceitação do indivíduo com deficiência, a inclusão, a integração à comunidade,o respeito e a valorização de suas potencialidades, que auxiliam no processo de crescimento e adaptação.

Serviço Social.
O Serviço Social visa estudar a realidade social dos seus usuários e suas famílias, propondo medidas e benefícios de encontro com suas necessidades. Proporcionar a habilitação e reabilitação á pessoa com deficiência intelectual e múltipla, articulando com outras políticas para fins de inclusão a vida comunitária e melhora da qualidade de vida dos usuários.